quinta-feira, janeiro 12, 2017

de de

O que ler?


        Acho que não precisa nem dizer que o livro favorito de todo cristão DEVE ser a Bíblia, né? Por razões bem óbvias, mas que vale a pena sempre relembrar: Nela contém tudo o que precisamos saber para sermos pessoas realizadas, felizes, amigas de Jesus e cheias do Espírito Santo. A Bíblia é indispensável para todo o pecador que quer o perdão e que quer uma mudança de vida, para buscar em Jesus a salvação, porque a Bíblia é o guia do cristão. Nela contém todos os ensinamentos de Deus, por meio de experiências vivenciadas por pessoas muito legais, que foram pecadoras como eu e você, mas que abriram seus corações e deixaram a Glória de Deus falar em suas vidas, e em todos os seus gestos. Ela também nos mostra o caminho até o Céu, e nos conta sobre o melhor presente que poderíamos receber de alguém: a Vida - Um dom gratuito, dada por Deus e pela qual Jesus pagou um preço muito alto. Sim, somos muuuito valiosos!
        Nós concordamos que a Bíblia deve ser o livro número 1 de todas as nossas listas, mas é só a Bíblia que posso ler?
        É muito importante a gente entender que é dado como pecado tudo aquilo que contraria os ensinamentos de Deus, contidos estes na nossa Bíblia. Sendo assim, não é nada bom e construtivo para sua fé, ler livros de bruxaria, feitiçaria, de baixos valores morais e semelhantes. Deus nos mostra nossa preciosidade quando nos denomina Templos do Espírito Santo, e temos que alimentar nosso espírito com coisas boas, que sejam úteis para nosso crescimento.
"Examinai tudo. Retende o bem." 1 Tessalonicenses 5:21
        Em Tessalonicenses, podemos encontrar esse versículo que nos dá uma senhora dica em relação ao que devemos escolher para colocar na nossa vida e no nosso coração: Precisamos examinar tudo e examinar usando o que aprendemos com Cristo, para podermos escolher o bem e assim o colocarmos como nosso alimento. É muito importante ficarmos atentos ao que nos diz a Bíblia, para que possamos entender o que pode nos levar ao pecado, para que não criemos espaço para o mal entrar em nossas vidas. Você também recebeu um poder de escolha, é você quem vai decidir o que vai ler e o que vai deixar de lado, então nunca se esqueça de analisar muito bem todo conteúdo que você pensar em acessar.
        Deus coloca pequenos e grandes detalhes bem a nossa frente todos os dias. O Sol, as estrelas, a Lua, o carinho das pessoas, os animais, as flores, a música... É tanta coisa! Você já parou para pensar que tudo isso representa um pouquinho do amor Dele por nós, e que portanto são coisas que podem nos fazer bem? Então fica o questionamento: se um livro fala sobre o amor entre amigos, irmãos ou até namorados (desde que decentes), ele também não acaba falando de algumas formas de Deus nos amar e nos demonstrar Sua ação em nossas vidas? É só a gente saber separar aquilo que agride a Deus e aquilo que pode agradá-lo, e escolhermos a Deus. Então, você pode sim ler seus romances, desde que neles não haja algo que contrarie os ensinamentos deixados por Deus. Pode sim ler suas aventuras, desde que elas não contenham nenhum tipo de pecado. Pode sim, ler tudo o que você quiser, desde que não pregue o contrário do que foi pregado na Cruz.
        


quarta-feira, novembro 16, 2016

de de

A prateleira de prioridades


       Sabe quando você arruma seu guarda-roupas e coloca na prateleira mais acessível (a que fica na altura certinha para pegar) aquelas roupas que você mais usa? Então, isso se chama dar prioridade. Acordar, tomar banho, trabalhar... Você sabe como a vida é corrida e como a gente muitas vezes acaba tendo que escolher algo para deixar de fazer, por não ter tempo para tudo. Geralmente optamos por aquilo que é mais importante, ou que temos mais vontade de fazer, nos dá mais prazer. Mas algumas coisas simplesmente não têm negociação.
        Se você se olhar hoje, em que lugar você coloca Deus? Ele é o primeiro da sua lista, é Ele quem fica no lugar mais visível, mais acessível, por ser quem você encontra com mais frequência? Às vezes mesmo sem nos darmos conta, acabamos colocando Jesus no lugar errado. Não numa prateleira de roupas, mas no nosso coração, nos nossos pensamentos... na nossa vida. E Deus é quem a gente não pode negociar jamais. Nossa vida de oração nunca pode parar, mesmo se a gente estiver muito cansado e fraco. Deus sempre vai revigorar nossas forças, você não precisa se preocupar sobre isso! Você tendo a Deus, tem TUDO o que precisa, tudo mesmo, inclusive aquilo que você não merece.
        Mas sempre fique atento, porque não é somente indo à Igreja, cantando louvores a Deus e participando de eventos cristãos no lugar de estar fazendo algo do mundo que você dá prioridade à Deus e Suas coisas. No momento em que você faz uma fofoca, diz uma palavra que machuque um irmão, cultiva a ira dentro de você, você está deixando Deus em segundo plano, para ceder aos desejos da carne. Tratar uma pessoa bem, sem esperar algo em troca, dar o abraço de Deus em quem precisa, ser gentil, cultivar a alegria no próprio coração e no coração dos outros, procurar agir como Jesus agiu e age, essas são formas de priorizarmos Deus também, de O colocarmos à frente de tudo!   
      É preciso nos esforçarmos nos pequenos detalhes da nossa vida, porque eles são extremamente importantes para definirem os grandes acontecimentos que virão a seguir. Desviar de pensamentos pecaminosos, não dar lugar à maldade a qual somos tentados em praticar todos os dias, seja por palavras ou por atitudes, tudo isso faz de nós lutadores que sempre colocam Deus no Seu lugar: o 1º. A Ele toda a glória e todo o Louvor! Somente com Deus dirigindo nossas vidas, é que elas serão boas, suaves e agradáveis. As dificuldades até poderão surgir, mas firmados em Deus, jamais caíremos!

quinta-feira, outubro 27, 2016

de de

As coisas seculares


       Toda vez que eu vou ouvir uma música, assistir à um filme, fazer qualquer coisa, eu acabo mesmo sem querer, analisando se essa é uma atitude que acrescenta algo de bom à minha vida, ou se isso me induz ou já induziu algum dia ao pecado.

 “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai. O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso fazei; e o Deus de paz será convosco.” Filipenses 4:8
       A gente tem muita porcentagem no nosso corpo de uma coisa chamada humanidade, o que nos torna, por vezes, cegos. Que mal pode ter ouvir uma música? Ora, que mal também pode ter ver uma novela, um filme que não seja cristão? 
De fato, irmãos, ver, ler e escutar coisas que não sejam cristãs, não necessariamente servirão para a nossa ruína espiritual, porque nem tudo tem maldade, ou traz intenções maldosas e coloca uma mensagem ruim no nosso coração, mas é preciso tomar muito cuidado com o que a gente lida no dia a dia, porque isso tem influência direta nos pensamentos que nós desenvolvemos ao decorrer do tempo.

      A gente sabe que nada é proibido, mas nem tudo convém. Deus não nos obriga a ficarmos somente com música gospel no celular, ou ler somente a Bíblia e ver filmes que sejam só testemunhos, mas nos dá a escolha. Eu sei que você, que está na caminhada com Jesus, já percebeu que algumas coisas as quais nos submetemos diariamente, fazem com que nos tornemos mais agressivos ou mais calmos, mais amorosos ou mais raivosos, e sabe que tudo a nossa volta faz a diferença.

       Eu fiz a experiência de cortar tudo que era do mundo da minha vida por um tempo. Sim, neste intervalo, eu não ouvia nada que não fosse cristão, não lia nada que não fosse cristão e não assistia a nada que não fosse cristão. A resposta que eu obtive? No começo, eu sentia vontade de ouvir as músicas que eu curtia, foi onde mais senti... Mas com o passar dos dias, tudo acabou sendo muito natural, porque o tempo que eu gastava com as coisas seculares, eu dediquei à Deus, às coisas de Deus, e isso aumentou minha fé, fortaleceu minha coragem, fortaleceu minha persistência na oração, me aproximou de Deus! 
Pode parecer radicalismo, e não precisa ser assim, porque existem alguns conteúdos que não falam de Deus, mas também não trazem a pregação do mundo... Existem cristãos que produzem conteúdos diferentes dos usuais, por exemplo. Tem aqueles que falam de amor entre as pessoas, falam de sonhos, de aventuras, e não é ruim falar sobre sentimentos, mas aí entra seu bom senso de cristão! Você deve vigiar e investigar aquilo que vem como bênção, aquilo que te faz refletir sobre algo e te faz se sentir bem de alguma forma, e aquilo que vai servir de maldição para sua vida. A escolha de deixar de lado isso ou aquilo, cabe a você, daquilo que você percebe que te afasta ou te aproxima de Deus. A gente deve sempre abandonar o pecado, deixar de lado aquilo que nos coloca longe de Deus, aquilo que vai contra tudo o que acreditamos, que traz desrespeito e agride o Amor.

       Como saber o que devo ou não ouvir? Tenho um segredo muito simples. Quando eu quero saber se posso ou não ouvir algo, eu me pergunto o que Jesus diria daquilo. Me pergunto se Jesus ouviria, leria, veria aquilo e se sentiria feliz, ou se Ele se entristeceria. Eu me pergunto se aquilo é capaz de fazer parte de um plano de Deus, e então... Pronto! Caso encerrado!
Se você tem uma experiência assim, conte para nós nos comentários! Fique na paz do Senhor!

sexta-feira, setembro 23, 2016

de de

Sintam-se felizes!


        Quando nos vemos como filhos de Deus, e sentimos todo Seu amor, nós temos nossa vida transformada. E não importa o que as pessoas nos façam, tentem dizer ou provar: a gente simplesmente ganha uma nova identidade, a identidade de filho encontrado de Deus. E isso se reflete diretamente no nosso humor e no nosso estado de espírito.
"Queridos irmãos, a vida de vocês está cheia de dificuldades e de tentações? Então, sintam-se felizes." Tiago 1:2
        Às vezes parece que tudo vai contra a gente, e as coisas começam a ficar difíceis, mas isso não é motivo para recuarmos, e muito menos perdermos a fé e a alegria, porque quem segue a Jesus, vai ser odiado pelo mundo, e  Deus nunca nos disse que seria fácil, mas você pode com toda a certeza do mundo, guardar no coração que vale a pena. Vale muito a pena!
        Tem muito ser humano por aí, que acha que quando começa a frequentar uma Igreja, tudo passa automaticamente a dar certo, e acontecer sem que precise muito esforço, mas isso é um grande engano. Deus nos dá tudo o que precisamos, o que às vezes nem sabemos que precisamos, e nunca descuida de nós. Sim, nosso Paizinho fica sempre de olho, para que fiquemos bem, mas isso não significa que Ele vai fazer tudo por nós. Ele nos encheu de dons, de capacidades e nós precisamos usar isso em nosso auxílio. Deus cuida sim do impossível, mas atenção! Não esqueça que Ele nos capacita para cuidarmos do possível. Isso quer dizer que Deus pode te colocar várias ferramentas nas mãos, mas se você não reconhecê-las e fizer sua parte, a graça pode passar por você!
        Então, é preciso sempre se relembrar de que enfrentaremos dificuldades e tentações, mas que isso não deve servir para a tristeza. Devemos ver como algo positivo, porque significa que estamos fugindo cada vez mais da nossa humanidade e nos aproximando do perfil que Jesus nos traz, cheio de amor, compaixão e desprendimento dos pecados. Temos que vigiar, e nos alegrar porque quanto mais somos de Deus, mais o Inimigo vai tentar nos afastar dessa intimidade, desse amor! Nossa relação com Deus estremece o inferno e irrita profundamente os filhos das trevas, e por isso essas dificuldades devem servir como oportunidades de amadurecermos no amor de Cristo, de nos fortalecermos.

sábado, setembro 03, 2016

de de

Viajantes


        Recentemente, me deparei com uma frase que embora pareça simples, traz um poço de complexidade por trás dessa carcaça. "Ser cristão é muito além de ir em todos os cultos."
        Creio que este assunto não precise de nenhuma enrolação, não precise de várias linhas, nem de desenhos para ser entendido. Ele significa, falando de maneira crua, que participar de todos os eventos da igreja e seguir todos os "protocolos" da mesma, não fazem um bom cristão. Não vá entender mal, nós temos a Bíblia, que conta toda a verdade e aponta os caminhos que Deus traçou para nós, os caminhos que nos levam até a vida eterna; porém, ter todos eles na ponta da língua, estampado em um adesivo que ocupa o vidro traseiro do seu carro, ou ir em tudo o que a igreja promove, não te faz um cristão completo e verdadeiro. 
        O que significa para você ser um bom cristão? Você consegue compreender de verdade que ser um bom cristão está intimamente ligado ao seu coração? Apenas conhecer as coisas não é suficiente para que você seja transformado, é preciso que o seu coração esteja conectado ao coração de Deus. Com certeza o nosso Pai reconhece todas as horas que você ficou preparando aquela comidinha gostosa para ajudar em um evento da sua igreja, assim como também valoriza muito seu hábito de ler a Bíblia diariamente e frequentar os cultos, mas você faz tudo isso vivendo o evangelho, ou você faz como algo mecânico, que passa externamente por você, mas não faz nem cócegas no seu coração?
        É preciso ter em mente que tudo o que fazemos para Deus, mesmo que de forma mecânica, ajuda sim, no nosso crescimento e na nossa batalha, até porque às vezes não é fácil conviver com as dores do nosso coração, e acaba sendo uma saída quando já não temos mais o que dar, mas não podemos ficar de braços cruzados e nos conformarmos com isso. É preciso cultivar um amor verdadeiro, um sentimento verdadeiro pelas coisas de Deus. O evangelho está na Bíblia para ser vivido, e não só para ser decorado ou virar estampa de camiseta. Então, vamos sair do modo automático? Não apenas falar coisas bonitas ou pregar o amor de Deus, mas contar todas as belas histórias de amor Dele para conosco, com a convicção de quem vive tudo isso. Vamos parar e repensar nossos hábitos? Reconhecer que essa viagem aqui pela Terra tem que ser mais produtiva do que está sendo? Que essa caminhada não tem valor nem sentido se não estivermos com nosso coração em Deus? Peçamos ajuda ao nosso Senhor para continuarmos firmes e fortes nas nossas batalhas diárias, sem desanimarmos e sem perdermos a fé! Que Ele nos ajude sempre!