sábado, março 28, 2015

de de

Livro Top!

     Hoje eu me senti ingrata, porque analisando todas as resenhas já feitas por mim, ou qualquer outras formas de largar spoiler por aí que eu tenha achado para fofocar sobre meus livros favoritos, percebi que eu nunca falei do meu livro FAVORITO DOS FAVORITOS de verdade. Talvez nem para mim mesma.
     Posso assumir que nada nunca tinha tocado tanto o meu coração assim antes. Nada tinha me feito sentir vontade de ser alguém melhor, e saber que eu sou muito, mas muito amada por alguém capaz de esquecer todos os meus erros, minhas inseguranças, e tudo o que eu tenha feito de mais horrível na vida. Uhum, mas isso nem sempre é como uma mágica que acontece instantaneamente, porque depende muito de quem lê, da forma como essa pessoa se entrega, se o coração dela está aberto ou não para receber tanto amor, e se ela compreende aquilo que lê. Confesso que ler a Bíblia não foi, nem é algo fácil. Primeiro porque nem todas as Igrejas ensinam uma forma mais leve de fazer isso. Geralmente, as pessoas se importam mais em "estudar" de uma forma mais ~a la doutor~, para ficar tentando encontrar erros no tempo e no espaço, para buscar explicações para isso e para aquilo e sei lá mais o que. Bom, esse não é o melhor jeito de se vivenciar a Palavra de Deus, de acordo com a minha experiência. Sabe que... Quanto mais a gente procura explicações para o inexplicável, mais fechados nós nos tornamos ao sobrenatural. E isso significa que muitas vezes as coisas não acontecem porque nós nos fechamos (por conta disso também) e não conseguimos aceitar que sim, Deus quer mudar a nossa vida e está fazendo isso a todo momento. "Comigo não pode ser", é a dúvida que mais deve fazer cristãos se contradizer no mundo todo... Porque ir à Igreja bem bonitinho é simples e fácil, estabelecer minha fé dizendo que sou crente e que eu participo deste e daquele ministério pode fazer parecer que eu sou um bom cristão. Mas eu sou? Eu sou realmente capaz de acreditar que Deus pode mudar as vírgulas e os pontos da minha vida, ou eu ainda acredito que não, porque encontro vários motivos para não ser merecedor disso? Não se sentir alvo dos milagres de Deus é bastante comum na vida sem a Palavra. Digo isso porque o fato de nós não lermos, faz com que -óbvio- não saibamos de parte daquilo que Deus é capaz (pois nunca saberemos tudo, certo?!).
     Bom, mas também percebo que muitas vezes, a preguiça é quem faz com que não possamos nos sentir completos com Deus. Isso mesmo, tem gente que tem preguiça de pegar a Bíblia e ler. Talvez seja compreensível, justamente pelo motivo que eu disse anteriormente, mas principalmente porque falta vergonha na cara. Falta mesmo. Que cristão pode ser considerado um cristão se não sabe o que ele está fazendo e no que exatamente ele acredita? Montar as coisas sem um manual pode fazer com que o produto pareça bem por um tempo, mas com o desenrolar da vida útil das mesmas, o montador que nunca teve conhecimento sobre aquilo vai ver que as coisas vão começar a dar errado. Seja uma portinha fazendo barulho, seja os parafusos soltando... Qualquer coisa. Mas é assim que tudo funciona, e ter uma vida de crente sem conhecer a Palavra, é isso. Realmente não dá para ser feliz sem saber aquilo que o Espírito Santo disse para outras pessoas comuns, como eu e você.
Eu era assim... Me considerava uma boa cristã sem saber de nada. Só de conhecer aquilo que eu ouvia na Igreja, ou em casa. Eu não vivia. Eu não ligava a mínima para nada, e não era feliz. Nem um pouquinho. Até que um dia eu senti vergonha por ser essa cristã morta na fé. Essa pessoa que acredita em Deus e sabe que Ele a ama, mas nunca foi capaz de sentir isso. E tem tudo isso, né... Ler por ler não te transforma. Ler que Deus te ama não vai te fazer se sentir amado se isso não transformar a tua vida antes. A Palavra te molda, a Palavra te torna íntimo com Deus, e então as coisas começam a acontecer. A sua vida então começa a tomar um rumo, porque você consegue compreender aquilo que Deus disse através de homens e de milagres. De histórias. Daí seu coração abre as portas e deixa Jesus entrar... E então tudo começa. Uma vida nova, baseada não naquilo que o mundo considera felicidade ou realização, mas fundamentada no que Deus disse que é a verdadeira felicidade, e só Ele sabe o que é melhor para você, por isso, não há outra maneira de se ser feliz, senão com Ele. Deus é o único que sempre vai te amar, e o único que pode ter essa forma tão singular de o fazer.
Sinceramente... Leia a Bíblia. Não é uma falácia o que eu estou dizendo. Modifica. Modifica mesmo, e como! Faz uma grande diferença, e eu sei que é difícil acreditar que ler um livro vai poder mexer com sua forma de pensar, viver e agir. Eu também não acreditava poder sentir algo lendo, mas resolvi largar tudo para o alto e ver no que dava. Resultado? EU SOU FELIZ!