quinta-feira, março 24, 2016

de de

Resenha: P.s Ainda amo você


      Eu tinha uma grande ilusão com o volume dois de Para Todos os Garotos que já Amei. E não era para menos, o primeiro livro foi maravilhoso, cheio de detalhes e emoções da vida de Lara Jean, uma menina coreana, com 16 anos, que viveu o seu passado por meio de cartas direcionadas aos garotos que ela já gostou ao longo de sua vida. 
      Neste segundo livro, Lara Jean, embora um pouco mais amadurecida, e agora com um relacionamento com Peter assumido, sofre um dilema comum de adolescência: ela se vê apaixonada por mais de um garoto ao mesmo tempo, mas tudo em decorrência do fato dela começar a sentir ciúme de Peter, que restabelece um vínculo forte com Gen, a ex namorada, embora seja somente uma amizade solidária. Só que até Lara Jean conseguir acreditar nas palavras de Peter, e não somente nos fatos que o apontavam como culpado, ela volta a se comunicar com John, que aparece no primeiro livro quando ela o procura em um evento. Acontece que de todas as cartas enviadas por Kitty, a de John foi a única que não chegou ao seu destinatário no tempo certo, e só agora que Lara Jean pôde receber uma resposta. 
      Nisso, John volta, e começa a virar amigo de Lara Jean, e a se comunicar com ela, exatamente na época em que as coisas estão estranhas entre ela e Peter. E não se podia esperar diferente, Lara Jean se apaixona por John, e acaba perdendo a noção das coisas estando ao lado dele, porque Peter a decepcionou tanto, que ela só conseguia ver o pior nele. E então, o coração grande o suficiente para dois garotos de Lara Jean, começa a viver uma dúvida gigante e terrível: quem escolher.
"As pessoas entram e saem da sua vida. Por um tempo elas são o seu mundo; elas são tudo. E então um dia elas não são. Não há como dizer quanto tempo você vai tê-las por perto."
Minha opinião: O livro gera mais expectativas que prazer ao folhear as páginas, porque Lara Jean se torna paranoica, enquanto Peter acaba sendo um pouco cafajeste, por saber de informações preciosas sobre coisas que afetam e destroem Lara Jean, e não as conta, para proteger Gen. O romance neste livro acaba sendo ofuscado pelo fato de Lara Jean acabar se apaixonando também por John, que aparece do nada, com o simples intuito de tirar a atenção de Lara Jean, e confundi-la, porque o ato dela gostar de John, e beijá-lo, só deixa claro que na realidade, Lara Jean não amava Peter, e sim vivia um típico caso de paixão adolescente, passageira. O final do livro é jogado muito rápido, e acaba ficando naquela coisa de "É sério? É só isso?" e acaba fazendo pensar que teria sido melhor ter ficado pelo primeiro livro só. Apesar de tudo isso, não se pode tirar os méritos dessa escritora brilhante, que sabe mesmo como dar os romances que queremos. É uma leitura leve e agradável, mas sem muito a acrescentar sobre o primeiro livro.

Um comentário:

  1. Eu também preferi o primeiro livro, e não sei por que que inventaram de fazer o dois. Mesmo assim, n vou mentir, eu gostei bastante! *-*

    ResponderExcluir